Publicado em Uncategorized

realmommy.com.br


 

Li no realmommy.com.br e me identifiquei.

 

Sabe a gente acha que emagrecer é a solução para todos os nossos problemas, quando estamos acima do peso. Que seremos felizes, que só assim seremos amadas, merecedoras de algumas coisas que julgamos não serem possível com excesso de peso. Aqui estou eu contando minha experiência em ganhar peso. A quase 4 anos atrás estava me sentindo mal comigo mesma, sem prazer para nada. Não queria sair de casa. Eu me punia, odiava, queria sumir. Me olhar no espelho então, JAMAIS! Resolvi mudar, acreditei que estava vencendo a compulsão alimentar e os meus traumas pessoais. Emagreci 44 quilos e percebi que continuava me sentindo mal comigo mesma.

IMG_3905

Comecei a descontar minhas frustrações na comida novamente. Durante o tempo em que emagreci, em nenhum momento me privei de algo, eu realmente estava em equilíbrio. Não fazia dietas malucas ou que estavam na moda. Mas isso durou pouco e comecei a engordar, engordar, engordar … E aqui estou eu novamente, voltando para o ponto de onde sai. E enquanto o peso ia aumentando eu escutava comentários péssimos de muitas pessoas. E os olhares então … nossa as pessoas não conseguem nem disfarçar. Fui a uma festa no ano passado e enquanto caminhava na direção de uma pessoa que conheço, a mãe dela me olhava com uma cara de espanto e falava, nossa olha como ela engordou que horror. Como se eu não estivesse olhando para elas e vendo tudo. A menina falava para a mãe ficar quieta porque eu estava chegando, e eu fiz aquela cara de não ouvi nada, as cumprimentei e bati um papo. Mas aquela olhar e aquele rosto ficaram na minha cabeça. Um pouco depois ouvi de uma pessoa a seguinte coisa: – Você está muito gorda, não pode, e o casamento? Vai perder o marido. E mais uma vez aquilo fica na cabeça e te faz sentir mal, insegura. Em mais um tempo, fui comprar roupas e claro não encontrei nada que eu gostasse. Nada me servia novamente. Eu havia prometido para mim mesma que jamais deixaria de fazer algo, ou de ir a algum lugar novamente por estar “gorda demais”, segundo os padrões. Mas confesso que isso não tem sido fácil, e realmente estou a um passo de não cumprir mais essa promessa. Comecei a sentir vergonha de como estou e querer me esconder em meio a roupas, lenços e cintos. Estou descontrolada, e não consigo comer de forma saudável e sem exageros um dia se quer. E realmente as pessoas quando me encontram ou me mandam recado sempre dizem: – Lu você já sabe o caminho, vai conseguir emagrecer. Você será bem magrinha, vai ficar linda. A mídia te diz que você não serve para representar nada porque está gorda demais. E chega uma hora que você começa a Acreditar em tudo isso outra vez. Eu quero que você não acredite nisso. Eu não quero e não vou acreditar nisso. Se você não está conseguindo seguir o suposto padrão perfeito de saúde e beleza não se odeio por favor. Eu estou lutando comigo para não me odiar, porque não mereço isso.

IMG_3155

Você não merece essa raiva também. Venho buscando me entender e encontrar um equilíbrio novamente a 1 ano. Não siga a dieta do livrinho ou da musa fitness, e se puna porque comeu uma fatia de pizza. Busque o equilíbrio como estou buscando. Respeite o seu corpo e os seus limites, tenho lutando por isso também. Somos reais e merecemos padrões reais, vidas reais, sorrisos reais, sonhos reais, fotos reais. Eu quero e preciso ser real. Viver isso com verdade. Vamos juntos dizer #somosreais e deixar de aceitar que somos menos. Somos mais, somos únicos. SOMOS REAIS. E não se esqueçam, juntos somos mais fortes.

Autor:

Vaidosa, Amiga,Louca por Cachorros ,Gatos e Costurinhas e Novidades.

3 comentários em “realmommy.com.br

  1. Nos dias de hoje está acima do peso é como cometer um crime, as pessoas são indiscretas, me vi no texto o tempo todo, estou na luta há anos e nunca saio da meta que são 10 quilos a perder, estou em um plano alimentar e as vezes me sinto triste por me privar de certos alimentos, realmente a compulsão alimentar é muito difícil, mas se Deus quiser vou chegar lá e ser feliz. Um grande beijo !

  2. Hum, que curioso, o relato é bastante deprimente… No meu caso a alimentação foi a solução para o mal que me sentia e é claro, eu vivia sem energia, com a mente confusa, deprimida me sentindo um lixo, com dores nos joelhos, fome tempo todo, compulsão por doces, sono excessivo depois de comer, vish, assim quem consegue viver e se amar hahaha descobrir a alimentação com a qual me dei bem foi tudo! Emagrecer comendo torresminhos recém fritinhos foi realizar um sonho porque sempre gostei da comida suculenta e saber que eram os cereais e essas coisas o que engordava e não aquilo que sempre achei delicioso fue uma liberação 😄😄😄 nem tinha emagrecido ainda más o bem que me sentia valia a pena tudo. Depois que as gorduras do corpo foram derretendo então acabou o mal estar. Meu cérebro hoje é uma máquina, nunca imaginei que aos meus 33 anos seria a melhor aluna da turma de engenharia de sistemas computacionais no meio dum monte de novinhos e estar cheia de saúde e caridade mental, sem alergias, sem gripes constantes, em fim

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s